Campo Grande tem 20 mulheres agredidas por dia em 2017

24/03/2017

Capital sul-mato-grossense teve 1.705 agressões a mulheres neste ano.
Um caso de feminicídio e quatro tentativas também foram registrados.

CaarapoenseNews

Fonte/G1 MS

Um feminicídio foi registrado neste ano; corpo foi jogado em piscina (Foto: Osvaldo Nóbrega/ TV Morena)

Em menos de três meses, a Delegacia Especializada de Atendimento a Mulher (DEAM) registrou 1.705 agressões físicas e psicológicas contra as mulheres em Campo Grande. Em média, a cada dia 20 mulheres são agredidas na capital de Mato Grosso do Sul.

A média é um pouco superior a de 2016, quando 7.237 casos de agressão foram registrados. Para a delegada Ariene Murad, os registros refletem a conscientização das vítimas, que passaram a denunciar mais.

Uma prova disso, é que as mulheres têm denunciado as atitudes dos parceiros antes da agressão física. “As vítimas estão denunciando mais. Aumentaram as denúncias por injúria e ameaça, e diminuíram em 13% os de agressão física em 2016, em relação com 2015”, disse.

Em 2017, também foi registrado um feminicídio consumado na capital sul-mato-grossense e quatro tentativas, uma delas nesta quinta-feira (23), quando um ex-marido tentou matar a mulher e depois cometer suicídio. Para a subsecretária de Políticas Públicas para as Mulheres, Luciana Azambuja, casos como esse precisam ser encarados com preocupação.

“Não podemos aceitar o feminicídio, consumado ou tentado, como algo banal. Estou torcendo pela recuperação da vítima e pela sobrevivência do autor, para que possa ser julgado e condenado. É um ato de covardia matar, mas não quer ficar vivo para assumir a responsabilidade”, disse.

Denúncia
A delegada Ariene Murad explica que a vítima de violência pode fazer a denúncia de forma anonima pelo Disque 180, mas que se for procurar ajuda no momento da agressão deve ligar para o 190, para que a polícia possa fazer o flagrante.

Outra opção é ir para a Casa Mulher Brasileira, onde ela poderá receber atendimento especializado, inclusive psicossocial. No mesmo espaço são realizados os mais diversos serviços como acolhimento e triagem; delegacia; Juizado; Ministério Público, Defensoria Pública; promoção de autonomia econômica; cuidado das crianças – brinquedoteca; alojamento de passagem e central de transportes.

A Casa da Mulher Brasileira fica na Rua Brasília, s/n, Lote A, quadra 2, Jardim Imá.

Casa da Mulher Brasileira de Campo Grande (MS) (Foto: Gabriela Pavão/ G1 MS)Casa da Mulher Brasileira de Campo Grande (MS) (Foto: Gabriela Pavão/ G1 MS)

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *

*

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>