Com população de mais de 28 mil pessoas Caarapó completa 58 anos nesta terça (20),veja grande parte de sua história – Parte 1

20/12/2016

CaarapoenseNews

Fonte/http://biblioteca.ibge.gov.br/                                 1º PARTE :

Via Internet 

Foto-Miguel Vasconcellos Filho-CaarapoenseNews-Arquivo

Caarapó Mato Grosso do Sul  – Histórico .

O povoamento da região que hoje constitui o Município de Caarapó foi iniciado pelos  os empregados da Cia. Mate Laranjeira, e que eram chamados de “mineiros”, os quais  se dedicavam à extração da erva-mate nativa, abundante naquelas paisagens.

A primeira povoação a surgir teve a denominação de Santa Luzia, atualmente, Vila Juti. Foi construída pela citada companhia em virtude da necessidade de se estabelecer um ponto de pouso para os tropeiros que demandavam o norte do estado ou ervateiros que afluíam, em grande número, vindos do Paraguai.

Em 1927, nasceu o povoado, atual sede do Município de Caarapó, que teve como fundadores Nazário de Leon e Manoel Benites.

Posteriormente, ali se instalou o médico Humberto de Freitas Coutinho,(Dr.Coutinho), procedente de Uberaba, Minas Gerais, acompanhado do cuiabano Francisco Serejo, homem dedicado ao comércio e à política.

O progresso da região teve por base a extração da erva-mate, pois a Cia. Mate Laranjeira, concessionária da exploração, entregava a terceiros, áreas previamente delimitadas, chamadas sesmarias, onde deveriam construir uma “Rancheada” ou casa sede e uma larga trilha no seio da floresta, para permitir a passagem dos veículos de tração animal, que procediam o escoamento da produção de erva-mate. Essas trilhas, conhecidas no vocabulário indígena como “tape-jacienda”, se prolongavam até às margens do Rio Amambaí.

Daí por diante, o transporte da erva-mate era efetuado por via fluvial até os centros consumidores. O topônimo de origem tupi-guarani, sobreveio em conseqüência da grande quantidade de erva-mate existente: CAA, erva-mate e RAPÓ, raiz de erva-mate, em síntese, terra da erva-mate. Gentílico: caarapoense Formação Administrativa Distrito criado com denominação de Caarapó (ex-povoado), por lei estadual nº 188, de 16-11-1948, subordinado ao município de Dourados, em divisão territorial datada de 1-VII-1950.

O distrito Caarapó figura no município de Dourados, elevado à categoria de município com a denominação de Caarapó, pela lei estadual nº 1190, de 20-12-1958, desmembrado do município de Dourados,sede no antigo distrito de Caarapó.constituído de 3 distritos: Caarapó e Juti, ambos desmembrados do município de Dourados. Instalado em 31-01-1963,pela lei estadual nº 1195, de 22-12-1958, é criado o distrito de Naviraí (ex-povoado), com terras desmembradas do distrito de Dourados e anexado ao município de Dourados.

Em divisão territorial datada de 1-VII-1960, o município é constituído de 3 distritos: Caarapó, Juti e Naviraí. Pela lei estadual nº 1944, de 11-11-1963, desmembra do município de Caarapó o distrito de Naviraí. elevado à categoria de município.

Pela lei estadual nº 2061, de 14-12-1963, é criado o distrito de Cristalina e anexado ao município de Caarapó.

Pela lei estadual nº 2115, de 26-12-1963, é criado o distrito de Nova América e anexado ao município de Caarapó.

Em divisão territorial datada de 1-I-1979, o município é constituído de 4 distritos: Caarapó, Cristalina, Juti, e Nova América.

Pela lei estadual nº 800, de 14-12-1987, desmembra do município de Caarapó o distrito de Juti.Elevado à categoria de município.

Em divisão territorial datada de 1988, o município é constituído de 3 distritos: Caarapó, Cristalina e Nova América. Assim permanecendo em divisão territorial datada de 2009.

Fonte /biblioteca.ibge.gov.br

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *

*

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>